logotipo

MAS É SÓ UM SONHO!

ANA PAULA BANOV

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Para a psicanálise,  um sonho é muito mais

Quantas vezes temos aqueles sonhos que parecem não ter “nem pé nem cabeça”? Pois é isso mesmo, eles apenas parecem não ter sentido, mas o fato é que eles tem muito a nos dizer.

Em seu importante livro 'A Interpretação dos Sonhos' de 1900, Freud dedica-se a mostrar que há uma simbologia nos sonhos, particular de cada indivíduo. Aqui não se trata de uma busca de significados dos elementos dos sonhos que muitas pessoas procuram na internet, que trazem apenas o chamado senso comum, mas sim de uma interpretação individualizada de acordo com a história e a vivência de cada um.
Para a psicanálise os sonhos são uma manifestação do inconsciente e, principalmente, de desejos inconscientes. Aqui, de novo, vale aquela máxima do Freud: “A voz do inconsciente é sutil, mas ela não descansa até ser ouvida”. Os sonhos são mais uma forma do inconsciente se manifestar.
Essas manifestações inconscientes nos sonhos acontecem porque a nossa censura interna também repousa com o nosso corpo, mas não totalmente. A censura aparece aqui na simbologia, no disfarce, nos elementos que vemos e lembramos dos sonhos. Obviamente esses elementos também carregam consigo o que foi vivenciado durante o dia.
Para o psicanalista, mais importante do que saber contar exatamente o que foi sonhado, a riqueza está no que e em como se conta aquele sonho. Sua interpretação estará pautada no que foi manifestado mais o que já é latente do próprio paciente.
Talvez, nesse momento, você esteja se questionando o por quê não sonha. Todos sonhamos, todas as noites, mas o fato de não nos lembrarmos tem a ver com uma atuação mais ativa da nossa censura. Ou seja, a nossa censura nos proíbe de lembrar do sonho por não estarmos preparados para entrar em contato com esse conteúdo inconsciente. É através da terapia psicanalítica que estaremos mais fortalecidos para receber e elaborar o que o inconsciente mandar. Por isso, após o início de uma análise, muitos pacientes relatam que começaram a sonhar mais.
Por mais que pensemos que os nossos sonhos acontecem ao acaso, vale a pena olhar mais profunda e atentamente para eles. Com uma ajuda especializada fica mais fácil encarar e compreender seus conteúdos, o que auxilia, e muito, no nosso caminhar para o autoconhecimento.


anapaulabanov bio


ANA PAULA BANOV

Psicanalista Clínica


anapaulabanov logo

(19) 3461.1863

Rua Fortunato Basseto, 345 - Vila Medon | Americana

 (19) 99113.3474
Av. José Rocha Bonfim, 214 - Ed. Milão, Sala 115,
Condomínio Praça Capital | Campinas