CUIDE DAS SUAS PANTURRILHAS. IMPORTANTE FUNÇÃO CIRCULATÓRIA

Luciana M. Forti

CUIDE DAS SUAS PANTURRILHAS. IMPORTANTE FUNÇÃO CIRCULATÓRIA

A MUSCULATURA DAS NOSSAS PANTURRILHAS FUNCIONAM COMO UM CORAÇÃO

Nem todo mundo sabe, mas as panturrilhas têm papel fundamental no nosso organismo, apesar de geralmente só serem lembradas quando sentimos cãibras. As "batatas das pernas" não servem apenas para andar ou ajudar a manter o equilíbrio e a postura, têm importantíssima função na circulação sanguínea. São elas que auxiliam o retorno do sangue para o coração.

O sangue é bombeado com uma força intensa, do coração para todo o corpo, e o caminho de volta é possível graças ao impulso da musculatura das pernas - além das válvulas venosas, que irão se fechar para impedir o refluxo do sangue para os pés.

O sangue venoso precisa de impulso para voltar ao coração, e a contração das panturrilhas ajuda as veias profundas à impulsionar o sangue nesse sentido. Esse movimento ocorre de forma sincrônica e constante, e ganha maior intensidade ao fazermos atividade física. Os músculos que formam a "batata da perna”, promovem a contração durante o caminhar, funcionando como um coração, sendo fundamental na circulação.

Mas e se esta bomba não funcionar adequadamente?

O principal problema nesses casos é a insuficiência venosa crônica, que pode ser piorada com a presença de varizes. Isso ocorre quando as valvas das veias não conseguem se fechar adequadamente, e o sangue que deveria subir acaba ficando parado. O resultado é um acúmulo do sangue não oxigenado nas pernas. Alguns sinais podem ser indícios de que o sangue não está voltando como deveria, dentre eles: dores e coceira, sensação de queimação, cansaço nos pés e inchaço nas pernas, dos joelhos pra baixo, ao fim do dia. Há ainda o risco de tromboses, flebites, aumenta a predisposição para ocorrência de erisipelas, além de manchas escuras nos tornozelos, e, num período mais avançado, feridas. Como evitar tudo isso?

De modo geral, é fugindo do sedentarismo e da obesidade. Fortalecer a panturrilha e controlar o peso são mais do que uma preocupação estética, é questão de saúde. São os exercícios que vão melhorar a circulação, evitando as complicações vasculares e as varizes.

Prevenção

Uma forma simples e mínima de evitar a imobilidade das pernas é: não fique muito tempo em pé, e/ou muito tempo sentado, sem movimento. Nesse caso, além das atividades físicas, basta movimentar o pé como fazemos ao pisar no acelerador de um carro. Intercale o sentar e o andar, mantenha as pernas levantadas ao final do dia, por uns quinze minutos.

Com orientação profissional e respeitando seus limites, mantenha a prática regular de atividades, assim como o alongamento e o condicionamento dos músculos da panturrilha, o que pode auxiliar e evitar futuros problemas circulatórios.

Gostou? Compartilhe: