PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA

PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA

Atitudes bastante fáceis e possíveis são importantes na prevenção da patologia

As mulheres têm duas armas para combater o câncer de mama: a prevenção e o diagnóstico precoce. 

Diversos fatores podem fazer com que uma mulher seja mais propensa ou não a desenvolver o câncer de mama. Herança genética, idade avançada, não ter tido filhos, primeira gestação depois dos trinta anos, anticoncepcionais e menopausa tardia são alguns deles. Mas a adoção de um estilo de vida mais saudável pode influenciar na prevenção da doença.  

O Instituto Americano para a Pesquisa do Câncer afirma que, uma dieta balanceada, a prática de pelo menos trinta minutos de exercício físico por dia, e, o controle do peso, pode diminuir em quatro por cento a incidência do câncer de mama.

O Inca – Instituto Nacional do Câncer - prevê que no decorrer de 2016 mais 57.960 mulheres terão a doença. A maior incidência de câncer no Brasil e no mundo se deve às mudanças de hábitos das sociedades. A grande influência é o menor número de filhos, é ter filhos mais tarde e amamentar em uma idade avançada.

Segundo um estudo publicado recentemente no JAMA Oncology, trinta por cento dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de atitudes simples no dia a dia, como o evitar o uso de álcool e cigarro, manter o peso sob controle e praticar exercícios físicos. Outro fator que pode ajudar a mulher a se prevenir é evitar as terapias de reposição hormonal, muito comuns após a menopausa.

Embora comuns, é necessário o esclarecimento e a conscientização das mulheres, tanto das possibilidades de prevenção, quanto do diagnóstico precoce.

Quanto menor for o tumor, no momento de sua descoberta, maiores serão as chances no controle da doença. A mamografia anual, após os quarenta anos, é o exame mais eficaz para o diagnóstico precoce do câncer. Um tumor pode ser identificado por este exame quando ainda tem alguns milímetros. Importante salientar que um tumor de mama dificilmente é palpável antes de atingir o tamanho de um centímetro de diâmetro. A lei nº 11.664/2008 assegura a toda a mulher brasileira, o direito de ter uma mamografia anual após os quarenta anos de idade. 

Seguir uma dieta rica em alimentos de origem vegetal, com frutas, verduras e legumes, e, pobre em gordura animal, pode diminuir o risco do desenvolvimento do câncer de mama. Reforçamos que a prática de exercícios físicos deve ser incluída na rotina, pois o ganho de peso em mulheres acima dos sessenta anos geralmente está associado a uma doença. 

A adoção de um estilo de vida mais saudável e a realização periódica de exames ainda são as principais armas no combate ao câncer, no combate às doenças.

PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA
Dra. Ana Paula Gelmini Andrade | CRM 115.615 Radiologista
PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA
Dra. Clarissa Almeida Noronha CRM 116.327 | Radiologista

Gostou? Compartilhe: