INTELIGÊNCIA EMOCIONAL INFANTIL. IMPORTANTÍSSIMO.

Emanuele Mendes

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL INFANTIL. IMPORTANTÍSSIMO.

Seu filho tem condições de lidar com os próprios sentimentos?
 

Nossas crianças possuem dificuldades em expressar os seus sentimentos, e, o não reconhecimento das suas emoções pode gerar grande conflito, pode desencadear comportamentos do tipo birra, gritos, choro intenso, agressividade, compulsão, falta de atenção, um Transtorno de Ansiedade de Separação/TAS, que é medo intenso de perder ou ficar longe da figura fraterna, dentre outros.

A inteligência emocional é essencial para o bem-estar pessoal, social, na aprendizagem e em resolução de problemas. É através de um conjunto de competências, como atitudes, conhecimentos e capacidades que a inteligência emocional é bem direcionada para o desenvolvimento da criança, que passará a ter maneiras de lidar com as próprias emoções.

O conhecimento ensina nossos pequenos a lidarem com seus conflitos emocionais, a compreender o que está acontecendo ao seu redor e a viver de uma maneira expressiva, leve e saudável.

Cabe a nós, adultos, reconhecer a escassez de orientação e perceber as dificuldades nos vários contextos da vida da criança, como já foi mencionado.

O trabalho dentro da psicoterapia infantil envolve todo esse contexto emocional. A criança aprende de uma forma lúdica e prática a conhecer as próprias emoções, conhecer as emoções alheias, a lidar com eventos e situações desagradáveis. 

A orientação aos pais faz parte desse processo, afinal, somos espelho e referência para nossos filhos, nosso comportamento é absorvido pelos nossos pequenos.

Como ajudar nossas crianças a obterem uma inteligência emocional?
Converse com seu filho. Pergunte ao pequeno o que está acontecendo ou se ele quer conversar sobre o seu dia a dia. DICA IMPORTANTE: Deixe a criança falar! Nunca interrompa a fala de uma criança. Precisamos saber ouvir e conversar.

Quando a criança estiver com raiva, ajude ela a direcionar sua atenção para outra atividade, para uma brincadeira, um desenho animado, e se for mais velha, podemos pedir para desenhar ou escrever o que está sentindo. 

Faça elogios todas as vezes que a criança tiver um bom comportamento, reforce com um abraço, carinho e palavras de motivação. Evite recompensas materiais e aprenda a dar sua presença, com brincadeiras e conversas. Com certeza esse será o maior presente!

Frente a um momento de medo e/ou pânico um abraço é sempre a melhor opção.

Segurança emocional é o segredo de uma vida psicologicamente saudável. Invista na inteligência emocional das crianças.

Gostou? Compartilhe: