AFINAL, O QUE É PROCRASTINAR?

Emanuele Mendes

AFINAL, O QUE É PROCRASTINAR?

A AUTOSSABOTAGEM NOS LEVA A PROCRASTINAÇÃO, O QUE SIGNIFICA “ARRANJAR DESCULPAS E OU MEIOS PARA DEIXAR DE LADO, OU RESOLVER DEPOIS ALGO IMPORTANTE QUE SÓ DEPENDE DE VOCÊ”.

 

“Amanhã eu faço!”

“Hoje estou cansada!”

“Parece que não consigo começar!”

“Deixa para a próxima semana!”

 

Quem nunca pensou e acabou agindo assim? Esses são apenas alguns entre os muitos pensamentos distorcidos, caracterizados como sabotadores.

A autossabotagem nos leva a procrastinação, o que significa “arranjar desculpas e ou meios para deixar de lado, ou resolver depois algo importante que só depende de você”.

Faz parte da nossa rotina darmos prioridades para algumas atividades mais importantes, e não há problema algum deixar algo para amanhã ou mudar a data de um compromisso, desde que não se transforme em um comportamento habitual, o que pode desencadear sérios prejuízos.

A procrastinação não é sinônimo de “preguiça”, é algo ainda mais sério. Existe cinco tipos de procrastinador:

  1. O PERFECCIONISTA, aquele que deseja fazer tudo com excelência. Se perde com os pensamentos distorcidos e deixa de fazer, por achar que não ficará bom.
  2. O IMPOSTOR, aquela pessoa que tem medo de parecer uma “fraude” e por esse motivo acaba procrastinando por medo de errar, ou de não suprir as expectativas dos outros.
  3. O MEDROSO, aquele que evita assumir responsabilidades e compromissos por medo de ser reprovado e/ou achar que não dá conta.
  4. O SOBRECARREGADO, aquele que tem tanta coisa para fazer que não sabe por onde começar e por este motivo, não começa.
  5. O FELIZ/OTIMISTA, aquele que acredita que no final tudo dará certo, mesmo que deixe para depois.

 

A procrastinação pode desencadear baixa autoestima, insegurança, e medos, tais como sentimento de reprovação, julgamento e autocrítica exacerbada. Pode ainda afetar o fisiológico, o que demanda avaliação, exames neurológicos. Por isso tudo, entender o que desencadeia esse tipo de comportamento é importante para se chegar a um tratamento adequado, a fim de evitar transtornos futuros.

A psicoterapia cognitiva comportamental, conhecida como TCC, é uma das linhas de atuação da psicologia que trabalha com técnicas e/ou ferramentas para ajudar no reconhecimento de pensamentos disfuncionais, comportamentos que possam levar à autossabotagem, e a um dos tipos de procrastinação.

Algumas coisas são essenciais para ajudar a lidar com a procrastinação, como, anotar as atividades do dia, organizar a rotina, manter o ambiente arrumado, se planejar e incluir atividades prazerosas na semana - por isso o autoconhecimento é tão importante.

Não se esqueça. O maior prejudicado com sabotagem e procrastinação é você. Busque se conhecer, e fazer acontecer o hoje. Não espere pelo amanhã.

Gostou? Compartilhe:

Emanuele Mendes

Emanuele Mendes

CRP 06/109101

Psicóloga em Terapia Cognitivo Comportamental;
Pós-Graduada e Especialista em Orientação Profissional;
Especialista em Terapia Infantil;
Aplicação de testes WISC e WAIS;

Auriculoterapia Francesa
Psicoterapia Online

Crianças | Adolescentes | Adultos

Rua Luiza Meneghel Mancini, 72, Jardim Paulista | Americana

Telefone

(19) 99128.8837

Ver mais sobre: procrastinar, procrastinacao, procrastinação, o que é procratinar, o que e procrastinacao, procrastinar o que, procrastinar significado, procrastinacao o que é, procrastinacao significado, procrastinar psicologica, psicologa americana, emanuele mendes psicologa