DICAS PARA PRATICAR ATIVIDADE FÍSICA EM CASA

Camilo Luiz de Almeida

DICAS PARA PRATICAR ATIVIDADE FÍSICA EM CASA

QUE TAL FICAR CANSADO EM CASA, MAS DE UM JEITO SAUDÁVEL?

Todos sabemos que a atividade física traz benefícios à saúde, mais disposição para atividades do dia a dia, melhora do sono e do humor, redução nas chances de se desenvolver doenças, de se lesionar, dentre outros. E na pandemia muitas pessoas deixaram de fazer movimentos básicos, como o andar até a mesa de trabalho, o subir e descer escadas, carregar mochila, e isso aumentou ainda mais a necessidade de se procurar fazer um exercício físico.

Mas o que fazer, durante a pandemia, quando então as opções de espaços apropriados para se exercitar diminuíram?

Muitos passaram a seguir uma rotina de exercícios pelo Youtube, ou por algum site específico - uma realidade.

Então, é necessário tomar alguns cuidados, porque não é um bom momento para se machucar e ter que ir ao hospital. Observe o seguinte:

  • Já teve contraindicação médica, e, não tem certeza se pode voltar à ativa? Fale com seu médico primeiro, antes de começar qualquer coisa;
  • Alimentação e água: é fácil se descuidar com a alimentação quando ficamos muito tempo em casa. Procure comer algo “mais leve”, e beba muita água. O corpo precisa de bons combustíveis para trabalhar;
  • Vestimenta e lugar adequado. Não é só porque você está em casa, que, tudo bem se exercitar usando qualquer coisa, e em qualquer cômodo. Busque uma roupa, um calçado, o local mais apropriado, que não limite seus movimentos, nem machuque você – aquilo que você achar mais conveniente;
  • Escolha um ambiente com espaço suficiente para sua atividade. Banheira não é lugar de natação,  nem a cozinha é lugar de Pilates;
  • Aquecimento. Faça uma caminhada leve, ou um alongamento, “avise” e prepare seu corpo para a atividade - para evitar possíveis lesões;
  • Cuidado com a intensidade. Dica importante: mesmo que mais intensidade possa trazer maiores benefícios para o seu corpo, não é hora de exagerar. Leve em consideração o tempo que ficou parado, e, "pegue leve". Principalmente no início do exercício. Depois disso, respeite seu corpo e acompanhe seu próprio ritmo - não o ritmo do vídeo que estiver assistindo, por exemplo;
  • Fuja de qualquer dor. A dor é um sinal de que algo não está certo. Sim, pode ser uma coisa simples, mas também pode estar sinalizando algo mais grave. Então, desacelere, diminua os movimentos ou simplesmente pare;
  • E por último, divirta-se! Escolha algo que goste, coloque uma música agradável e chame a família para participar – inclusive o cachorro. A atividade física ficará ainda mais prazerosa.

Gostou? Compartilhe: