AS PORTAS DE ENTRADA DO CORONAVIRUS

Vitor V. Bomtorin | Laura A. Dominici

AS PORTAS DE ENTRADA DO CORONAVIRUS

Os cuidados com a higiene bucal são essenciais para o controle sobre o vírus.
 

Em tempos de pandemia, por esse novo corona vírus, passamos a receber todos os dias informações sobre hábitos de higiene pessoal - lavar as mãos, uso do álcool em gel a 70%, etc. Porém, fazer uma higiene nos objetos comprados e no nosso corpo, ao entrar e sair, também é essencial. 

Além disso a higiene bucal adequada torna-se de grande valia nesse momento, uma vez que a porta de entrada da infecção é pelo trato respiratório superior: boca, faringe/garganta e pulmões. Para exemplificar a importância dessa higiene, e supondo que, no pior dos cenários, a doença Covid-19 seja adquirida e atinja os pulmões, e, necessária a ventilação mecânica e tratamento intensivo - UTI. Nesse caso, as inflamações e infecções pulmonares presentes podem levar a situações ainda piores - o vírus inicia o processo, mas abre caminho para infecções bacterianas oportunistas.

Existem evidências científicas de que as pneumonias por aspiração têm como causa infecções por bactérias presentes nos biofilmes da língua e dos tecidos periodontais dos dentes (gengiva ao redor dos dentes). É quando esses micro-organismos são aspirados para o trato respiratório inferior, por falha de higiene, ou pela falta dos mecanismos de defesa do corpo, a baixa imunidade.

Alguns passos são importantes para manter a saúde bucal, o que deve ser uma rotina:

1. Higienização da língua. Usa higienizador específico, ou escova de cerdas macias, iniciando a limpeza a partir da parte mais interna da língua, puxando para o ponta;
2. Uso do fio dental de forma a “abraçar” o dente, limpando delicadamente o espaço entre gengiva e o dente, e automaticamente entre um dente e outro;
3. Escovação dental suave, com escova de cerdas macias, com pasta ou creme dental contendo flúor, ao menos três vezes no dia, sempre após as refeições, após os doces;
4. Uso de enxaguantes bucais, com indicação do dentista. Há evidências científicas de que alguns enxaguantes são capazes de atenuar a presença do coronavirús na cavidade bucal - por um determinado período de tempo;
5. Eliminar infecções bucais ativas, como cárie, cálculo dental, infecções e inflamações gengivais, não adiar o tratamento de canal, dentre outros.

É necessário o cuidado com as escovas dentais, com os higienizadores de língua, lembrando que eles devem ser sempre de uso individual. Além disso, a troca das escovas deve ser feita a cada quatro meses no máximo. Se a pessoa tem algum tipo de infecção, gripe/resfriado, a troca deve ser em menos tempo.

Devemos manter a calma, cada um fazendo a sua parte, e juntos vamos vencer mais essa.

Na Odontologia Aplicada, os agendamentos para atendimentos de urgência podem ser realizados através do WhatsApp (19) 3013.0393

“Enquanto a cura ou uma vacina são apenas projetos ainda intangíveis, a PREVENÇÃO é a arma mais eficaz para evitar o pior cenário!” Prof. Dr. Vinicius Pedrazzi

Gostou? Compartilhe:

Vitor V. Bomtorin | Laura A. Dominici

Vitor V. Bomtorin | Laura A. Dominici

CRO/SP 108.682 | CRO/SP 108.762

Especialista em Implante e Prótese | Especialista em Atendimento Infantil e Odontologia para Pacientes Especiais

Clareamento Facetas e Lentes de Contato; Endodontia Implante e Cirurgias Prótese; Bichectomia; Botox; Preenchimentos Faciais; Lipo Enzimática de Papada.
Atendimento a pacientes com necessidades especiais Atendimento bebês Atendimento infantil Clínica geral.

Ver mais sobre: Coronavirus, higiene bucal, odontologia aplicada, dentista americana sp, odontologia, saúde bucal, higienização da língua, scovação dental