A IMPORTÂNCIA DOS EXAMES ULTRASSONOGRÁFICOS NA VIDA DO PET

Fabiana Sicci Del Lama

A IMPORTÂNCIA DOS EXAMES ULTRASSONOGRÁFICOS NA VIDA DO PET

QUANDO PEDIDO, TEM GRANDE UTILIDADE MÉDICA-DIAGNÓSTICA

A medicina veterinária está em constante evolução, sempre para melhor cuidar do seu amigo pet. A ultrassonografia veterinária já é utilizada no Brasil há mais de trinta anos, muitas vezes de primeira escolha do clínico, pois é o exame de diagnóstico que nos dá uma visão geral de todos os órgãos internos do animal. O ultrassom não causa dor, é rápido e raramente usa sedação.

O objetivo é auxiliar no diagnóstico, em conjunto com outros exames laboratoriais e os sintomas clínicos, a fim de aperfeiçoar o protocolo de tratamento. A requisição deve vir acompanhada de informações sobre a suspeita clínica, o que torna melhor a interação entre os médicos e a possível patologia animal. O dono deve ficar responsável pelo jejum do pet, de seis a oito horas, sem restrição para a água.

Das regiões anatômicas, a mais comum de se examinar é a abdominal por onde é possível avaliar vários órgãos, quanto a sua localização, dimensões, contornos, aspecto e vascularização.

Dentre as patologias mais graves, que ocorrem com frequência, estão as obstruções intestinais e urinárias, hemorragias, cesáreas de emergência e dores agudas. 

O ultrassom cervical avalia todas as estruturas da região do pescoço, a glândula tireoide e paratireoide, os linfonodos, a veia jugular externa, artérias carótidas e glândulas salivares. O ultrassom ocular permite avaliação do globo ocular e suas estruturas, como corpo ciliar, retina, câmara anterior e posterior e nervo óptico. O colírio anestésico é utilizado para não causar incômodo ao animal.

A ultrassonografia musculoesquelética é utilizada para observação de irregularidades nas superfícies articulares dos ossos, em rupturas de ligamentos, processos inflamatórios, degenerativos, roturas, luxações e fraturas.

O mapeamento Doppler colorido é uma importante ferramenta para avaliar o fluxo sanguíneo dos órgãos e tumores, seu índice de resistividade, atualmente é utilizado na avaliação do fígado e rins e na gestação para avaliar os batimentos cardíacos do feto.

Portanto, sempre que for solicitado o exame ultrassonográfico com certeza será para o bem-estar de seu melhor amigo.

Principais indicações do exame ultrassonográfico abdominal:

  • aumento de volume e da dor abdominal aguda;
  • pesquisa de metástases;
  • emagrecimento progressivo;
  • acompanhamento gestacional;
  • obstrução do trato gastrointestinal, vómitos e diarreia;
  • cálculos renais, vesicais;
  • afecções do aparelho reprodutor;
  • febre de origem desconhecida;
  • guiar coleta de material para biópsia e de urina;
  • punção de líquido livre abdominal.

Gostou? Compartilhe: