GIARDÍASE ANIMAL. UMA IMPORTANTE ZOONOSE EM ASCENSÃO

Emanuele Mosna

GIARDÍASE ANIMAL. UMA IMPORTANTE ZOONOSE EM ASCENSÃO

A giardíase vem se tornando uma enfermidade frequente nas clínicas de pequenos animais.

Acomete principalmente os animais jovens e imunossuprimidos, frequentadores de parques, praças, canis e gatis. A contaminação ocorre através da ingestão de cistos de Giárdia Spp eliminados por animais infectados - que contamina a água e os alimentos.

Os sinais clínicos são muito variáveis. De uma diarréia discreta a uma debilidade como perda de peso, apatia e vômitos.

O diagnóstico é baseado nos sinais clínicos juntamente com o exame coproparasitólogico das fezes. Há medicação eficaz no mercado - que deve ser acompanhada da desinfecção do ambiente.

A vacinação contra a giardíase deve estar no calendário anual do animal. É recomendada como medida profilática uma vez que reduz a incidência, a severidade e a duração da eliminação de cistos.

Consulte sempre o médico veterinário de sua confiança.

Gostou? Compartilhe: